Entre em contato conosco - Acesse nosso site

Entre em contato conosco - Acesse nosso site
NUTRY UP- (21) 99386-8660

NOSSOS SERVIÇOS

NOSSOS SERVIÇOS
Manual de Boas Práticas, POPs , Treinamentos

Cartilha da ANVISA- para orientação de Manipuladores de Alimentos

Aproveitamento Integral dos Alimentos

Aproveitamento Integral dos Alimentos
MESA BRASIl

Anvisa regulamenta uso de alimentos para atletas

terça-feira, 27 de abril de 2010

"A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou, nesta segunda-feira (26), novas regras para alimentos destinados a atletas. Entre as principais novidades, está a liberação do uso da creatina e da cafeína nesses alimentos. Para alguns atletas, o uso correto dessas duas substâncias auxilia no desempenho durante exercícios repetitivos de alta intensidade e curta duração e na resistência aeróbica em exercícios físicos de longa duração, respectivamente.




Apesar de a liberação da creatina e da cafeína ser uma reivindicação antiga dos produtores de alimentos para atletas, só agora foram apresentadas evidências científicas que comprovaram a segurança de uso desses produtos como alimentos. Por isso, antes da publicação desta nova regulamentação, essas duas substâncias não podiam ser comercializadas na forma de suplementos destinados a atletas no Brasil.
Entretanto, a diretora da Agência, Maria Cecília Brito, ressalta a importância desses alimentos só serem consumidos por atletas. “A evolução do conhecimento científico sobre nutrição indica que alimentos para atletas só devem ser consumidos pela parcela da população que pratica exercícios físicos de alta intensidade com o objetivo de participação em esporte com esforço muscular intenso”, afirma Maria Cecília.
Para as pessoas que praticam atividade física com objetivo de promoção da saúde, recreação ou estética fica o alerta. “Essa parcela da população não deve consumir esse tipo de alimento, sem a orientação de um profissional competente. Uma dieta balanceada e diversificada é suficiente e recomendável para atender as necessidades nutricionais destas pessoas”, explica a diretora da Anvisa.
Além disso, a Anvisa estabeleceu parâmetros para a comercialização de alimentos para atletas na forma de pack. Isso quer dizer que, com a nova regulamentação, diferentes alimentos poderão ser associados em porções individuais e envasados em uma mesma embalagem. Entretanto, cada produto que compõe o pack deverá ser registrado individualmente na Anvisa.
Os aminoácidos de cadeia ramificada, conhecidos como BCAAs, não foram incluídos na categoria de alimentos para atletas.  Apesar de não representarem risco para a saúde, esses alimentos não cumprem o efeito prometido: fornecimento de energia.  As empresas terão 18 meses para se adaptar a nova regulamentação.

Rotulagem

Em relação à rotulagem destes alimentos, as empresas deverão colocar a designação do produto em tamanhos de fonte no mínimo 1/3 do tamanho da marca. Além disso, todos os alimentos enquadrados nesta categoria deverão apresentar, em destaque e negrito, a seguinte frase de advertência: “Este produto não substitui uma alimentação equilibrada e seu consumo deve ser orientado por nutricionista ou médico”.
Na rotulagem dos alimentos para atletas classificados como repositores hidroeletrolíticos poderão constar as expressões “isotônico” e “hipotônico”, desde que sejam obedecidos critérios específicos na composição do produto.  Já as frases: “O consumo de creatina acima de 3g ao dia pode ser prejudicial à saúde” e “Este produto não deve ser consumido por crianças, gestantes, idosos e portadores de enfermidades” deverão constar nos suplementos de creatina.

Estudos

A regulamentação da Anvisa de alimentos para atletas ficou em Consulta Pública por 90 dias e passou por duas reuniões técnicas de discussão do tema. Além disso, o assunto foi debatido por mais de dois anos em grupo de trabalho, com participação de pesquisadores e profissionais de universidades brasileiras, Sistema Nacional de Vigilância Sanitária, Conselho Federal de Nutrição e Conselho Federal de Educação Física.
Confira aqui o áudio da diretora da Anvisa, Maria Cecília Brito, sobre o tema."

Fonte : Danilo Molina – Imprensa/Anvisa em 27 de abril de 2010

Feira Ecológica - UFRJ - 29 de abril de 2010

domingo, 25 de abril de 2010

Os agricultores familiares orgânicos do RJ estarão no Restaurante Universitário da UFRJ no próximo dia 29 de abril das 10 as 16 hs

Vamos prestigiar quem planta bem o nosso alimento. !

Consumidor terá mais informações sobre qualidade de alimentos

terça-feira, 20 de abril de 2010

Divulgado pela  ANVISA em 14 de abril de 2010, reportagem sobre canal de acesso a informações da qualidade de frutas e hortaliças.



Foi inaugurado no Hipermercado Extra, em Brasília (DF), o primeiro terminal de consulta pública do Serviço Além do Rótulo. Deste terminal os consumidores podem acessar dados científicos sobre a qualidade e segurança de alimentos, como propriedades nutricionais, fraudes, alertas e contaminações por agrotóxicos. O conteúdo do serviço “Além do Rótulo” também está disponível na internet, no endereço eletrônico: www.alemdorotulo.com.br

Segundo o pesquisador Fénelon Neto, a proposta é que os terminais estejam disponíveis em outros ambientes públicos,como postos de saúde, escolas e outros supermercados. Bastando articular interessados e parceiros .

Para saber mais sobre o projeto poderemos entrar em contato por e-mail com alemdorotulo@ctaa.embrapa.br ou pelo telefone               (21) 3622 9743        

Fonte:http://portal.anvisa.gov.br/wps/portal/anvisa/home/!ut/p/c5/04_SB8K8xLLM9MSSzPy8xBz9CP0os3hnd0cPE3MfAwMDMydnA093Uz8z00B_AwN_Q_1wkA48Kowg8gY4gKOBvp9Hfm6qfkF2dpqjo6IiAJYj_8M!/dl3/d3/L0lDU0lKSWdra0EhIS9JTlJBQUlpQ2dBek15cUEhL1lCSlAxTkMxTktfMjd3ISEvN19DR0FINDdMMDAwNkJDMElHNU42NVFPMDg3NQ!!/?WCM_PORTLET=PC_7_CGAH47L0006BC0IG5N65QO0875_WCM&WCM_GLOBAL_CONTEXT=/wps/wcm/connect/anvisa/anvisa/sala+de+imprensa/noticias/consumidor+tera+mais+informacoes+sobre+qualidade+de+alimentos

Nutry Up e Banquet Gastronomia !

domingo, 18 de abril de 2010

A Nutry Up  acaba de fechar uma saborosa parceria com a o Banquet - Ideias Gastronômicas! Com o foco em Nutrição e Gastronomia Saudável!


Temos atividades para iniciantes, gourmand's, noivas, empresas...

Visitem o site e entrem em contato conosco!!! http://www.nutryup.com.br/

Divulguem para os amigos!!!


Espero vocês para um encontro saudável da boa comida com a nutrição, na medida certa!!!


abs
Lidiane Martins e Mariana Rodrigues



Nutry Up -  Nutricionista Lidiane Martins ( 21) 7897-2845

http://www.nutryup.com.br/

http://nutryup.blogspot.com/


www.twitter.com/nutryup

e

BANQUET - Idéias Gastronômicas-- Chef  Mariana Rodrigues 21 9782-5515

http://www.tvcozinhando.com.br/

http://www.banquetgastronomia.blogspot.com/

www.twitter.com/cozinhabanquet

Anvisa alerta para perigo de contaminação cruzada em alimentos

sexta-feira, 16 de abril de 2010

 Segue abaixo uma reportagem  publicada no site da ANVISA  . Esta  reportagem é um alerta sobre o risco de contaminação cruzada de alimentos, assunto que devemos prestar bastante atenção, pois as vezes determinados hábitos que temos em nossas casas podem oferecer riscos à nossa saúde:



Muita gente não sabe, mas o simples ato de cortar um frango cru e utilizar a mesma faca, sem lavar, para fatiar uma carne assada pode ser um risco a saúde. É que carnes cruas e vegetais não lavados apresentam uma série de microrganismos causadores de doenças, que eventualmente são transferidos aos alimentos prontos.

“Esse tipo de contaminação cruzada pode acontecer por meio da transferência de microrganismos de um alimento ou superfície para meio de utensílios, equipamentos ou do próprio manipulador”, afirma Maria Cecília Brito, diretora da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Por isso, a Organização Mundial da Saúde recomenda que os alimentos crus fiquem separados dos cozidos.

Para garantir a segurança de consumo, o processo de cozimento ou lavagem dos alimentos crus também não pode ser esquecido. Dados do Ministério da Saúde indicam que alimentos crus, como ovos e carnes vermelhas, são responsáveis, em média, por 34,5% dos surtos de doenças transmitidas por alimentos que ocorrem no Brasil.
Um cozimento adequado consegue matar quase todos os micróbios perigosos. “Estudos demonstram que cozinhar os alimentos a uma temperatura acima de 70° C garante um consumo mais seguro", complementa Maria Cecília.

Para minimizar os riscos associados ao consumo de ovos crus, a Anvisa obrigou, este ano, a declaração na rotulagem de ovos das seguintes informações: “O consumo deste alimento cru ou mal cozido pode causar danos à saúde” e “Manter os ovos preferencialmente refrigerados”. Na rotulagem de carnes de aves e miúdos de aves há declarações obrigatórias semelhantes.


Como evitar contaminação cruzada 

- Separe carnes e peixes crus de outros alimentos;


- Utilize diferentes equipamentos e utensílios, como facas ou tábuas de corte para alimentos crus e para alimentos cozidos;


- Guarde os alimentos em embalagens ou recipientes fechados, para que não haja contato entre alimentos crus e cozidos;


- Lavar bem os utensílios e as mãos depois de manipular alimentos crus;


- Guardar na geladeira os alimentos preparados no fogão, mesmo que ainda estejam quentes.





Fonte:  http://www.anvisa.gov.br/DIVULGA/noticias/2009/151009_1.htm
Informações: Ascom/Assessoria de Imprensa da Anvisa

2ª Edição do Rio Restaurante Week

segunda-feira, 12 de abril de 2010

Falta  um mês para o início da 2ª Edição do Rio Restaurante Week, os restaurantes já estão se preparando para a segunda versão carioca .
Na primeira edição do Rio Restaurant Week, em maio do ano passado, 60 restaurantes de diversos estilos participaram.A primeira edição do evento na cidade movimentou 100 mil pessoas e a segunda promete agitar mais ainda.


Leia Mais:



Rio sedia mais uma edição do Evento Rio Restaurant Week com início em 10 de Maio

O Restaurant Week retorna à Cidade Maravilhosa com menus atrativos para mais uma maratona gastronômica. Essa é uma excelente oportunidade para os apreciadores da boa gastronomia degustarem diferentes opções de menu em 100 restaurantes localizados em todas as regiões da cidade.

O circuito Restaurant Week nasceu há 18 anos em Nova York e desde então, acontece em mais de 100 cidades ao redor do mundo como Paris, Boston e Washington D.C. No Brasil, após grande sucesso em cidades como São Paulo, Brasília e Recife, o Rio recebe sua segunda edição do Rio Restaurant Week entre os dias 10 e 23 de maio. Serão duas semanas de agitação na cidade, uma ótima oportunidade para os gourmets visitarem restaurantes de diversos estilos e etnias espalhados por todo o Rio. A primeira edição do evento na cidade movimentou 100 mil pessoas e a segunda promete agitar mais ainda.

A novidade deste ano são as sugestões de harmonização de cervejas com os menus dos restaurantes, criadas pela Beer Somelier da cerveja Devassa, patrocinadora do evento. Nos restaurantes participantes haverá sugestões de harmonização com diferentes estilos da cerveja da Schincariol. O Rio Restaurant Week ainda conta com o patrocínio da Sodexo e o apoio da Prefeitura do Rio de Janeiro, SINDRIO e Rio Convention e Visitors Bureau.

O desafio que o evento impõe aos restaurantes é o de preparar cardápios diferenciados com entrada, prato principal e sobremesa a um preço fixo, igual em todas: almoço por R$ 27,50 + 1 e jantar por R$ 39,00 + 1 (couvert não incluso). Este um real acrescentado à conta será destinado a uma importante entidade beneficente, como ocorre em todas as cidades. No Rio, como nas outras cidades, o beneficio será destinado a um projeto de ajuda social.

Participe e não deixe de ajudar. Bom Apetite à todos.

OS BENEFÍCIOS DA CANELA

domingo, 11 de abril de 2010

 

Separei um pequeno artigo sobre a canela da Nutricionista Funcional   Valéria Paschoal , vamos aproveitar com estes ensinamentos inserir na nossa alimentação esta especiaria tão conhecida , especial e saborosa.

A canela (Cinnamomum verum, C. zeylanicum) é um condimento utilizado por chineses há 4.000 anos e possui algumas propriedades muito interessantes para a saúde.




Um dos seus principais efeitos é a sua ação antimicrobiana, promovida pelo óleo essencial, mostrando-se efetivo contra Escherichia coli por exemplo, que é responsável por causar doenças como a colite hemorrágica, síndrome hemolítica urêmica e púrpura trombocitopênica trombótica. O óleo essencial da canela também inibe o crescimento de outras bactérias, como Aspergillus parasitucus, Clostridium perfringens e Bacteroides fragilis, reduzindo a produção de toxinas para o organismo. Para mostrar como é especial, ainda este óleo também torna alguns medicamentos mais efetivos no combate de bactérias. Inclusive, atualmente a canela começa a ser pensada como uma possibilidade de conservação de alimentos, já que inibe o crescimento de diversas bactérias.

Outro benefício da canela é o auxílio do controle da glicemia em diabéticos ou em indivíduos com resistência à insulina, que possuem maior risco de se tornarem diabéticos, ou mesmo no controle da glicemia de indivíduos saudáveis. Uma idéia seria adicionar a canela em pratos com alto teor de carboidratos, como, por exemplo, arroz e doces, pois a canela diminui o tempo de esvaziamento gástrico, bem como da glicemia após ingestão de uma refeição.

Alguns estudos indicam também diminuição do colesterol e de triglicérides com o uso da canela, mas não é conclusivo, o que faz com que a canela possa ser utilizada como coadjuvante neste controle, mas não como terapia principal. Além disso, por ter ação antioxidante e antiinflamatória, há a possibilidade de outros benefícios para a saúde com a ingestão de canela, como a ação em doenças como a síndrome de ovário policístico, obesidade e em esclerose múltipla, assim como em outras doenças ainda não estudadas.

Combinando todos estes benefícios e o sabor e aroma que a canela pode trazer em nossa alimentação, esta especiaria pode e deve ser introduzida no dia-a-dia para auxiliar o bom desenvolvimento e funcionamento de nosso organismo!

FONTE : http://www.vponline.com.br/blog/?p=56

De: VP  em 20/04/2009

Consumo de frutas no país é baixo

sexta-feira, 9 de abril de 2010




Embora seja um grande produtor mundial de frutas e hortaliças, com grande abundância de variedades nas diferentes regiões do país, o brasileiro ainda é um péssimo consumidor destes alimentos, priorizando outros de inferior valor nutricional, tais como biscoitos, salgadinhos e refrigerantes.

O resultado deste hábito é o crescente número de obesos, com aumento do risco de diversas doenças relacionadas ao excesso de peso e sedentarismo, como as cardiovasculares.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), o consumo diário mínimo para um adulto deve ser de cinco porções, ou 400 gramas de frutas e legumes. No Brasil, a ingestão não chega a um terço destes valores. Segundo a mais recente Pesquisa de Orçamentos Familiares, feita pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), frutas, verduras e legumes correspondem a apenas 2,3% das calorias totais ingeridas pela população.

No estudo, da amostra de cerca de 10 mil famílias, foram levantadas informações sobre o perfil de consumo e os determinantes do não-consumo. Segundo os pesquisadores, um dos motivos para o não consumo destes artigos é o preço dos alimentos. A falta de hábito e de tempo para o preparo também pesou na hora da escolha.

Um novo estudo sobre o tema já está sendo finalizado, e os valores não são nada animadores. Parece que o triste cenário encontrado nas últimas três décadas do século 20, em que houve um declínio no consumo de alimentos básicos, tais como cereais, frutas e hortaliças na cidade de São Paulo, deve se manter.

Diante deste futuro sombrio, a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), em parceria com outras instituições, desenvolve, desde 2007, um projeto para subsidiar ações em comunidades atendidas pelo Programa de Saúde da Família (PSF), para incentivar a população a consumir mais frutas, legumes e verduras.

O grupo elaborou, por exemplo, uma série de livretos e cartilhas, disponíveis gratuitamente no site da Embrapa, para incentivar o consumo de vegetais, com recomendações nutricionais, quantidades a serem ingeridas e dicas de receitas. O material é também voltado a profissionais das áreas de nutrição e educação, pois oferece sugestões de como trabalhar o tema para estimular a alimentação saudável.

Os textos seguem as diretrizes do Ministério da Saúde e orientam, entre outros aspectos, sobre o consumo de sal, gordura e açúcar, bem como alertam para a importância da prática regular de atividade física.
Referência(s)

Pesquisa de Orçamentos Familiares – IBGE. Disponível em http://www.ibge.gov.br. Acessada em 24/03/2010

Publicações para download. Embrapa Agroindústria de Alimentos. Disponível em: http://www.ctaa.embrapa.br/index.php?id=18. Acessado em 24/03/2010.

Consumo de frutas no país é baixo

Data:            09/04/2010
Autor(a):       Chico Damaso
Fotógrafo:    Camila Marques

Cafeteria Elisée

quarta-feira, 7 de abril de 2010




Café com qualidade e bom atendimento vocês encontrarão na  Cafeteria Elisée.

A Cafeteria coordenada pela  Ana Simões desde 1997,   diariamente oferece diversas variedades de bolos, tortas, licores e cafés.

Capuccino gelado é o meu predileto, o chantily e a calda não tem igual. Mas para quem quiser a cafeteria possui opções mais saudáveis como bolos integrais, brownie integral  , quiches, sucos  e saladas...

No controle de qualidade da casa, o cliente observa na vitrine a data de abertura , validade e ingredientes das preparações . Além de possuírem e seguirem o Manual de boas práticas de fabricação obrigatório pela Vigilância sanitária .

 A Cafeteria Elisée também conta com um departamento de Controle de Qualidade, com o objetivo de assegurar a qualidade  de todos os produtos oferecidos . O restaurante trabalha com ingredientes selecionados de fornecedores de qualidade. Os ingredientes e produtos são mantidos sob temperatura controlada . O mesmo cuidado é dispensado às hortaliças e vegetais utilizados nos pratos, que são higienizados diariamente pelos funcionários  .

A Nutry up, realiza auditorias na Cafeteria Elisée periodicamente e emite relatórios de segurança alimentar

Não deixe de visitar a Elisée , a loja  fica localizada no  Barra Garden no primeiro piso ao lado da escada rolante

Cafeteria Elisée
http://www.elisee.com.br/

Av. das Américas, 3255 - lj 184/185 - SHOPPING BARRA GARDEN - Barra da Tijuca - Rio de Janeiro - Tel.: (21) 3325-8921

Nutry Up no Facebook e no Twitter

terça-feira, 6 de abril de 2010

A Nutry Up esta participando do Facebook e do Twitter

Fique atento pois novidades relacionadas a Nutrição e Gastronomia  serão postadas através dos links abaixo

Torne-se fã ( facebook ) ou seguidor( twitter) 




Coordenação  Nutricionista Lidiane Martins

Páscoa com saúde!

sábado, 3 de abril de 2010

A Páscoa está chegando e a oferta e a variedade de chocolate é grande. Neste período é comum as pessoas abusarem desse tão desejável doce.O grande problema do chocolate é sua enorme quantidade de açúcar e gorduras saturadas. São ovos de páscoa, caixas de bombom anunciando a chegada do feriado que incentiva a fuga da dieta. Juntamente com as fartas mesas preparadas pelas famílias


Pensando nisso, a Nutry Up elaborou algumas dicas para uma Páscoa mais saudável:


* No caso dos chocolates, as opções com no mínimo 60% de cacau são as melhores, pois ele é um agente antioxidante (previne problemas cardiovasculares), sendo considerado o mais saudável;

*Escolha os menores ovos;

*Realize alguns minutos a mais que o comum em sua atividade física;

*Fique de olho na sua alimentação. Consuma alimentos menos gordurosos, inclusive na ceia de páscoa, preferindo alimentos grelhados cozidos e assados;

*Use e abuse das saladas;

*Ingira 2 litros de água por dia;

*Utilize como opção da Ceia de Páscoa carnes brancas, de preferência o peixe, que além de combinar com a data, é nutritivo e contém poucas calorias;

*Evite doces na sobremesa ( lembre-se que você já comeu sua parte em chocolates!);



Feliz Páscoa!
 

2009 ·Nutry Up by TNB