Entre em contato conosco - Acesse nosso site

Entre em contato conosco - Acesse nosso site
NUTRY UP- (21) 99386-8660

NOSSOS SERVIÇOS

NOSSOS SERVIÇOS
Manual de Boas Práticas, POPs , Treinamentos

Cartilha da ANVISA- para orientação de Manipuladores de Alimentos

Aproveitamento Integral dos Alimentos

Aproveitamento Integral dos Alimentos
MESA BRASIl

Iluminação no serviço de alimentação

terça-feira, 22 de agosto de 2017

💁🏻Você sabe como deve ser a iluminação no seu serviço de alimentação?



💡A iluminação deve estar distribuída e organizada de modo que permita uma boa visualização de todas as atividades, para que as tarefas sejam realizadas sem comprometer a higiene e as características sensoriais dos alimentos.

Elas devem estar protegidas?

✅SIIIMMM!!! Todas as luminárias devem ser protegidas contra explosão e quedas acidentais.


Mas por que isso ⁉

Porque as luminárias são consideradas perigos físicos dentro do serviço de alimentação, ou seja, caso haja uma explosão ou queda, partículas de vidro podem cair dentro de preparações e alimentos serão contaminados por um  corpo estranho, nesse caso o vidro. Desta forma, proteger as luminárias é a melhor forma de evitar uma contaminação por um corpo estranho, como por exemplo, o vidro e oferecer uma alimentação segura aos seus clientes.

Fonte: RESOLUÇÃO-RDC N° 216, DE 15 DE SETEMBRO DE 2004

Higienização de Hortifruti

segunda-feira, 14 de agosto de 2017

Hoje vamos falar de um assunto bem importante: Higienização de  Hortifruti
Quais ?

As frutas, verduras e legumes consumidas com casca  e que não sofrerão tratamento térmico (calor) . Ou hortifrutis que mesmo consumidos sem casca podem no preparo contaminar os alimentos 


E como faz essa higienização? Com vinagre?
✖✖✖ NÃÃÃOOO . Mas calma vamos ensinar passo a passo para livrar os alimentos de microorganismos que causam doenças e assim você pode se alimentar sem preocupação. 



✔Para a correta higienização de hortaliças, frutas e legumes siga o passo a passo:  

1) Selecionar, retirando as folhas, partes e unidades deterioradas; 

2) Lave em água corrente vegetais folhosos (alface, escarola, rúcula, agrião, etc.) folha a folha, e frutas e legumes um a um; 

3) Colocar de molho por 10 minutos em água clorada, utilizando produto adequado para este fim (ler o rótulo da embalagem a diluição do produto que você comprou).

4) Enxaguar em água corrente vegetais folhosos folha a folha, e frutas e legumes um a um; 

5) Fazer o corte dos alimentos para a montagem dos pratos com as mãos e utensílios higienizados 

6) Manter sob refrigeração até a hora de servir. 

Não esqueçam que decoração de pratos e frutas utilizadas em sucos também deverão passar por esse processo 


Fonte: Cartilha sobre Boas Práticas para Serviços de Alimentação - ANVISA

Safra do mês de Agosto

segunda-feira, 31 de julho de 2017


         Safra de Agosto

Alimentos encontrados com facilidade e bom preço, priorize alimentos da safra ! 

Abóbora comum  
Abobrinha
Agrião
Aipim
Batata comum
Beterraba
Cebola
Chicória
Couve comum
Couve flor
Espinafre
Inhame
Milho verde
Repolho
Vagem manteiga    

Frutas: 
Abacate
Banana nanica
Banana prata
Laranja lima
Laranja pera
Morango
Tangerina



Manual de Boas Práticas para Serviços de Alimentação

quinta-feira, 27 de julho de 2017

Fonte: RESOLUÇÃO-RDC N° 216, DE 15 DE SETEMBRO DE 2004

      O Manual de Boas Práticas é um documento que todos os serviços de alimentação (sejam eles públicos ou privados) devem dispor no seu estabelecimento. É neste documento que deverão estar descritas as atividades de controle de qualidade realizadas .
  São considerados serviços de alimentação,  as cantinas, bufês, comissarias, confeitarias, cozinhas industriais, cozinhas institucionais, delicatéssens, lanchonetes, padarias, pastelarias, restaurantes, rotisserias e congêneres.

Esse documento se faz necessário para que o produto elaborado ao final de todo o processo seja de qualidade não apenas nutricional, mas também de qualidade higiênico-sanitária, fazendo com que o mesmo seja seguro para o consumo.
  O Manual e Boas Práticas deve conter, no mínimo, os requisitos higiênico-sanitários do local, a manutenção e higienização das instalações, dos equipamentos e dos utensílios, o controle da água de abastecimento, o controle integrado de vetores e pragas urbanas, a capacitação profissional, o controle da higiene e saúde dos manipuladores, o manejo de resíduos e o controle e garantia de qualidade do alimento preparado.


 A NUTRY UP atua no desenvolvimento e implementação Manuais de Boas Práticas para  Serviços de Alimentação , caso tenha interesse entre com contato com a gente ( contato@nutryup.com.br)

(21)  993868660


*Texto desenvolvido pela estagiária Damarys Alves com a supervisão da Nutricionista Lidiane Martins


Conheça um pouco mais do nosso trabalho em www.nutryup.com.br

Ficha Técnica de Preparação

segunda-feira, 24 de julho de 2017


A padronização de processos e receitas é uma das chaves  do sucesso nos  serviços de alimentação.


'
A Ficha Técnica de Preparação é um instrumento utilizado para essa padronização e definição de diversas informações  :colaborando para o



  • planejamento de compras
  •  levantamento dos custos,
  • a ordenação do preparo,
  • o cálculo do valor nutricional,

  

O intuito é manter o padrão de aparência, textura, sabor, quantidade, qualidade, custo e treinamentos.





E as vantagens não param por ai a ficha técnica:


  •  Assegura o padrão de qualidade;
  • Permite a elaboração dos pratos com mais facilidade, possibilitando o preparo correto, independente do operador;
  • Aumenta da produtividade pois é utilizado como um instrumento de treinamento ;
  • Permite a definição adequada do  estoque (padronização de estoques  mínimo e máximo). Com melhor utilização de espaços para armazenagem de mercadorias ;
  • Padroniza os ingredientes , modo de preparo e equipamentos
  • Diminui perdas, devido a padronização dos pratos.
  • Auxilia como indicador para:
    • revisão de estoque,
    •  pesquisa de novos fornecedores,
    • desenvolvimento de novos produtos. Maior planejamento, tornando as compras mais eficientes.
    • Permitindo checar os inventários e cruzar estatística de venda X porção prevista X consumo

•Racionaliza a produção;

• •Permite cálculo do custo da produção.




A NUTRY UP atua elaborando  e padronizando fichas técnicas de preparação , definição de processos, custo e valor nutricional . Ligue para a gente

www.nutryup.com.br        ------   (21) 99386-8660

Sem ideias para cozinhar?

quinta-feira, 20 de julho de 2017

Sem ideias para cozinhar? 

A UNB disponibilizou gratuitamente um livrinho de receitas do Brasil inteiro à base de comida de verdade !!

Parabéns Ideias na Mesa 

Segue o link do livro : 



E aproveite  que você está aqui também  e conheça nossos serviços na área de nutrição e gastronomia em www.nutryup.com.br 

Água mineral, adicionada de sais ou com sabor?

quinta-feira, 6 de julho de 2017

Qual a diferença entre as opções de água disponíveis no mercado? 

A ANVISA fez uma reportagem sobre o assunto e separamos para vocês 

Fonte: Anvisa  ( acesso em 06/07/2017) 



A ingestão de água ao longo do dia é uma das recomendações  básicas para manutenção da saúde e hidratação do corpo. 

A quantidade recomendada de água por dia varia bastante de pessoa para pessoa e tem a ver com o :


  • nível de atividade física do indivíduo, 
  • a temperatura ambiente, 
  • o nível de umidade do ar 
  • e outras condições físicas de cada um. 
Qual a diferença entre as opções disponíveis no mercado? 

  • Água mineral: é aquela obtida diretamente de fontes naturais ou por extração de águas subterrâneas, ou seja, poços perfurados para extração de água. Para fins de saúde não há diferença entre a água de uma fonte natural ou de extração subterrânea. Os dois tipos respeitam o mesmo padrão de qualidade.
  • Água adicionada de sais: é uma água própria para consumo humano que recebe a adição de pelo menos 30mg/L de sais minerais.
  • Água com sabor ou flavorizada: Na verdade não é água. A água que recebe outros ingredientes como corantes, aromatizantes ou suco de fruta é enquadrada em outras categorias, como refrigerante, por exemplo. 
Qualquer um destes tipos acima pode ser naturalmente gasoso ou receber a adição de gás artificialmente. 
Como é realizado o controle da qualidade da água ? 
A exploração de água mineral depende de autorização do Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM). É o DNPM que avalia a qualidade da água que sai das fontes e vai para as garrafinhas. 
A água mineral e a água adicionada de sais não precisam de registro na Anvisa, mas os fabricantes devem seguir as regras de rotulagem e informar o órgão local de vigilância sanitária do município ou estado quando a fabricação tem início. 

Quais são os sais minerais que podem ser adicionados na água? 

São cinco tipos de sais (bicarbonato, carbonato, citrato, cloreto ou sulfato) que podem ser adicionados nas águas engarrafadas, sendo que cada um deles pode ser de quatro diferentes tipos de minerais: cálcio, magnésio, potássio e sódio. 



Assim, existem 20 combinações diferentes de sais minerais, já que cada sal pode ser de um tipo de mineral. 
 

2009 ·Nutry Up by TNB